Abrir Escritório de Consultoria / Contabilidade [Guia Completo]

10

Apresentação do Escritório de consultoria

CASO QUEIRA IR DIRETO PARA PARTE DA ABERTURA DA EMPRESA, CLIQUE AQUI

Segundo informações do documento referência de consultoria do Sebrae, a consultoria pode ser caracterizada como um serviço de aconselhamento, num processo em que o consultor ajuda o cliente a potencializar sua capacidade para atingir os objetivos da organização.

Kubr (1986), desde o prefacio de seu livro “Consultoria – Um Guia para a Profissão”, destaca que a consultoria de organização é um serviço que busca auxiliar na análise e solução de problemas de ordem prática e difundir técnicas de gestão bem-sucedidas, nos diversos setores da economia.

Para Block (2004), “toda vez que você aconselha alguém que está diante de uma escolha, você está dando consultoria.” Ele destaca a capacidade de privilegiar sentimentos mais que conteúdos, o que gera uma relação de confiança, fazendo com o que o cliente assuma em partes iguais a responsabilidade pelo resultado do trabalho.

Oliveira (2011) conceitua consultoria como “processo interativo de um agente de mudanças externo à empresa, o qual assume a responsabilidade de auxiliar os executivos e profissionais da referida empresa nas tomadas de decisões, não tendo, entretanto, o controle direto da situação. ”

Bretas, no livro “Na Cova dos Leões (2002) ”, descreve a consultoria como “uma relação de via dupla. Todos são igualmente responsáveis pelo sucesso do trabalho. O cliente tem de investir tempo e recursos para viabilizar o trabalho do consultor, mas este tem de saber identificar e justificar quando, onde e em que quantidade eles serão necessários. ”

Segundo o IBCO-Instituto Brasileiro de Consultores de Organização, consultoria de Organização (CO) é a atividade que visa à investigação, identificação, estudo e solução de problemas, gerais ou parciais, atinentes à estrutura, ao funcionamento e à administração de empresas e entidades privadas ou estatais.

A Consultoria Empresarial é uma atividade que tem como objetivo básico responder ou atender às necessidades das empresas ou pessoas físicas quando assim solicitada por meio de aconselhamento ou sugestões de melhorias, embasado em firme e estruturado conhecimento. O consultor trabalha com o conhecimento, com a capacidade de análise a proposição e implantação de soluções para um conjunto de problemas apresentados pelos seus clientes.

Sendo uma prestação de serviço, devemos lembrar que o mesmo é um ato ou desempenho essencialmente intangível, que vai ser oferecido para satisfazer um desejo ou necessidade sem a posse de um bem físico, sendo um desafio mensurar seu valor antes de se comprar. Por isso, devemos fazer com que o consumidor perceba os seus serviços como algo que irá contribuir de forma real para a solução de seus problemas, oferecendo-lhe qualidade e objetividade no serviço prestado.

O Escritório de consultoria atua como um processo interativo de agente de mudanças externo à empresa, assumindo a responsabilidade de auxiliar e suportar os executivos e profissionais da organização nas tomadas de decisões, não sendo responsável, entretanto, pelo controle direto da situação.

Um escritório de consultoria deverá ser concebido com visão profissional, desde o seu projeto embrionário, o que irá requerer uma avaliação objetiva sobre a forma de atuação, bem como as expectativas comerciais que esse tipo de empreendimento requer.

Sendo assim é fundamental que o empreendedor faça a modelagem do seu negócio, e em caso de interesse na implementação, posteriormente elabore um plano de negócio para análise de viabilidade. E para elaboração deste plano consulte o Sebrae mais próximo.

Mercado do Escritório de consultoria

Segundo informação do documento referência de consultoria do Sebrae, a consultoria está presente desde o início dos tempos, já que as sociedades humanas sempre identificaram membros que prestavam aconselhamento nos lugares onde viviam e as pessoas ajudavam-se mutuamente.

Porém, foi a partir da revolução industrial, com as incertezas do ambiente, que as empresas passaram a buscar auxílio, visando a aprimorar seus processos. Foi aí que o consultor passou a ter um novo papel neste contexto.

A consultoria ampliou sua atuação a partir dos anos 1960, mas foi só por volta de 1980, com o aumento e crescimento das empresas e de seus parques industriais, é que ela, realmente, tornou-se necessária como ferramenta para enfrentar a globalização e um novo cenário brasileiro e internacional, muito mais competitivo, exigindo velocidade e inovação.

No Brasil, a grande abertura desse mercado ocorreu no início dos anos 90, fato que culminou com a ascensão da profissão de consultor terceirizado, tornando-se então uma boa opção para aqueles profissionais com amplos conhecimentos em determinada área, de forma a possibilitar tanto a prestação de serviço de consultoria quanto o de qualificar sua equipe interna com outras experiências profissionais.

No mercado atual, dinâmico e altamente competitivo, uma das formas das empresas se manterem permanentemente atualizadas é a busca de melhores práticas e a adequação destas para sua realidade empresarial, promovendo mudanças e gerando inovação, seja em gestão, processos, produtos ou no próprio negócio.

Nessa ambiência de ebulição e de competitividade da economia é que a consultoria empresarial recebe uma longa faixa de atenção, prestando serviços diversos com grande abrangência em todos os setores econômicos – indústria, comércio e serviços, tanto nas empresas públicas quanto nos estabelecimentos privados. A maioria das empresas bem-sucedida está constantemente em mudanças, oferecendo oportunidades e enfrentando ameaças. Identificar e conhecer quem são seus futuros clientes, quais são seus projetos em andamento, orçamento de investimento, áreas de interesse, suas carências e necessidades, assim como, o tempo em que estas demandas se materializarão é essencial para o sucesso de seu negócio.

Situação geral do mercado de consultoria:

De acordo com pesquisa da IBCO, indicação está entre os critérios mais importantes para a seleção de consultoria. Em seguida, a competência técnica e o preço são apontados como os critérios adotados.

A área de Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC está se consolidando como grande demandante por serviços de consultoria, principalmente no que tange a transformação digital que as organizações estão sendo desafiadas a implantar em suas equipes, estruturas e processos. Além disso com a globalização é facilmente prestar um serviço de consultoria em outro país a partir do Brasil, isso também graças ao fenômeno da TIC. Diante disso, a participação de empresas estrangeiras no mercado brasileiro de consultoria organizacional já é uma realidade, seja presencial ou à distância.

A área de atuação das consultorias, de acordo com levantamento do IBCO está focada na Gestão de Negócios / Desenvolvimento Organizacional, seguida por Recursos Humanos, Tecnologia da informação, Finanças e Marketing.

Os principais setores atendidos e mais relevantes em faturamento das consultorias foi o de serviços, tendo em segundo lugar a Tecnologia, Telecomunicações e Tecnologia da Informação, seguidos da química, petroquímica e plásticos. Alimentos e bebidas também são bem representativos, assim como as entidades empresariais. O comércio também representa uma fatia significativa do montante. Os setores de papel e celulose e esporte são os que apresentam menor percentual atendimento.

Sua empresa precisa identificar os segmentos de mercado específicos que o consultor tenha condições de atender com qualidade. Uma visão clara do capital intelectual de sua empresa e uma análise do próprio mercado em que você vai atuar é essencial para sucesso no mercado de consultoria.

O mercado de prestação de serviços de consultoria é bastante desafiador, pois é preciso mais que conhecimento técnico, as empresas estão muito mais críticas e seletivas quanto a qualidade de trabalho que vão contratar.

Existem alguns fatores responsáveis pelo aumento da demanda de Consultoria que são:

a) Busca de novos conhecimentos e de inovações pelas organizações para enfrentar a globalização da economia.

b) Necessidade de criar e consolidar vantagem competitiva.

c) Necessidade de implantar um processo de aprendizagem organizacional, progressivo da realidade interna e externa da empresa, visando um processo de melhoria contínua e sustentada.

d) Proporcionar metodologias, técnicas, informações e processos que suportem os executivos das empresas tomarem suas decisões com qualidade.

Uma mudança fundamental de rumos está ocorrendo na atividade de consultoria e na maneira como consultores e empresas competem entre si. Existem ramificações na maneira como elas se organizam, na maneira como elas selecionam e fornecem seus serviços às empresas suas clientes, nos mercados que elas focam, na tecnologia que elas adotam e no perfil e habilidades dos profissionais que empregam ou que utilizam em parcerias e subcontratações. Mas mudança é uma tônica em qualquer destas hipóteses.

Nível de serviço, qualidade e flexibilidade estão ganhando de controle de custos, tamanho e consistência. Mais rápido é melhor. Sistemas integrados de informação, redes e sistemas flexíveis de produção e logística estão em alta.

Economia de escala vem sendo, na atualidade, substituída por economia compartilhada ou colaborativa. Tecnologia da informação é o combustível para flexibilidade e velocidade. A organização que conseguir assimilar as novas tecnologias mais rapidamente, realocar seus recursos em menor espaço de tempo e reestruturar-se mais agilmente, com quedas mínimas no desempenho terá toda a vantagem competitiva sobre seus concorrentes.

O mundo digital está criando novas regras do jogo. Para não submergir nos novos ambientes de negócios, serviços de consultoria precisam estar sincronizados com este novo ecossistema. O novo consultor de sucesso deverá ser movido pelas possibilidades (“possibility-driven”), equipado com tecnologias integradoras que ajudem seus clientes a planejar, redesenhar, construir e operar novas organizações em sincronia com novos contextos empresariais, novas capacidades operacionais e direções estratégicas inovadoras.

Por fim o desafio da consultoria nesse novo contexto organizacional é a capacidade de sistematizar o trabalho dos atuais “gurus” e visionários da mudança, traduzindo boas ideias em ferramentas poderosas, alavancadas e lucrativas. Em especial no processo de transformação digital das organizações.

Melhor local para abrir um Escritório de consultoria

A evolução dos modelos de gestão e dos meios de comunicação levou as organizações a formatos virtuais, em que nem sempre a existência física do “escritório” da empresa é algo essencial. No ramo de consultoria a localização do empreendimento deve estar associada à ideia de que seus clientes irão demandar, prioritariamente, de sua empresa, um espaço para realizar reuniões e negócios do que para a produção material.

Dessa forma o local preferencialmente deve estar localizado próximo de centros financeiros, comerciais ou estar perto de seus principais clientes, além de possuir facilidade de acesso para clientes e empregados. Outras características importantes devem ser consideradas em relação à funcionalidade do imóvel escolhido:

a) Boa estrutura de rede elétrica.

b) Facilidade de conectividade a rede de internet.

c) Decoração aprazível.

Outra possibilidade é utilizar escritórios virtuais e/ou estruturas de coworking que estão disponíveis em várias cidades do país, com toda a estrutura física de uma instalação empresarial convencional, com móveis e equipamentos modernos e vários outros serviços com valores acessíveis para o início do seu negócio.

Investimento para abrir um Escritório de consultoria

O investimento estimado para montar um escritório de consultoria, de porte médio, deverá levar em conta os itens básicos que seguem abaixo:

Área operacional / Prestação de serviços:

1 Mesa secretária.

5 Estações de trabalho.

3 mesas reta.

1 Sofá recepção.

2 Arquivos para pastas suspensa.

10 Cadeiras.

1 Mesa de reunião.

2 Armário estante.

3 Computadores.

3 notebooks.

1 Servidor de dados e aplicativos.

1 Modem roteador.

1 rede de dados.

1 impressora multifuncional.

2 impressoras laser.

Não estão considerados os gastos relativos a aquisição do imóvel escolhido para o escritório, pois ele poderá ser alugado.

Para uma informação mais detalhada sobre o investimento inicial, sugere-se que o empreendedor utilize o modelo de plano de negócio[2] disponível no SEBRAE.

Como conseguir Clientes / Divulgação

A divulgação de um escritório de consultoria deverá seguir os conceitos da propaganda existente no mercado, via meios de comunicação, por exemplo: rádio, jornais, internet e redes sociais.

No entanto, a maioria desses meios de comunicação apresenta um custo bastante expressivo, assim o empreendedor deverá trabalhar com alguns diferenciais na área de atendimento a seus clientes e também um bom nível de resultado final em suas consultorias, pois desta forma poderá ser possível receber uma divulgação gratuita que é a indicação (boca a boca).

Diante disto, o empresário deverá esmerar-se em prestar serviços de consultoria altamente especializada no sentido de possibilitar o interesse de que seus clientes se sintam confortáveis e interessados em divulgar a empresa de consultoria para os seus contatos / rede de relacionamento, quando lhes for solicitado indicações ou referências.

Empresário deverá atentar ao processo de divulgação pois deverá existir um rigoroso controle nesse quesito, visando não incorrer numa situação denominada “concorrência desleal” o que não é permitido pelos diversos Conselhos de categorias profissionais, tais como CRA, CRC, CRE, dentre outros.

Passo a Passo para Formalização da Empresa / CNPJ

Passo 1: Organização Societária e Regime tributário

O objetivo desse artigo não é te passar informações técnicas e burocráticas sobre o processo de abertura de Escritório de consultoria. Aqui vamos te passar somente uma visão geral do que você precisa saber para iniciar seu negócio. Até porque para fazer todo processo burocrático, nossa recomendação é que você procure um profissional da área para não ter surpresas desagradáveis durante o processo ou no futuro.

Caso também se interessa por assuntos mais técnicos, nos artigos abaixo explicamos um pouco mais sobre aspectos burocráticos do processo de abertura de empresa e CNPJ:

  1. Como Abrir um CNPJ? Guia Passo a Passo
  2. Como Abrir uma Empresa? Guia Completo e Definitivo

Na maioria dos casos, 99%, as pessoas estão a procurar de como montar uma ME ou EPP optantes do Simples Nacional, ou um MEI, micro empreendedor individual.

Um fato que não é possível se eximir é que ao abrir um Escritório de consultoria e começar a faturar ela terá que pagar impostos. E para calcular a tributação da companhia há vários regimes tributários que seu Escritório de consultoria pode escolher anualmente. Para a correta escolha, sempre conte com a ajuda do seu contador. Os regimes tributários existentes são:

Quanto à organização societária da seu futuro Escritório de consultoria, você pode encolher entre:

Se você estiver procurando como abrir um MEI, esse artigo termina aqui para você. Pois todo processo é online e é feito no portal do empreendedor. No próprio site do governo você tem todas as orientações necessárias e caso o MEI seja o ideal para você, visto que esse formato tem algumas limitações, você mesmo faz todo processo de abertura online.

Clique aqui para checar se seu Escritório de consultoria pode ser optante do MEI, somente algumas atividades profissionais são permitidas.

Em caso de dificuldade, você também pode procurar um escritório de contabilidade ou um posto de atendimento do SEBRAE para atendimento gratuito.

Agora se você pretende constituir uma Micro Empresa ou Empresa de Pequeno Porte optante pelo Simples Nacional, ou até mesmo uma corporação do regime normal de tributação, continue seguindo nosso passo a passo.

Passo 2: Consulta de Viabilidade de localização

A consulta de viabilidade serve para checar se a empresa que se pretende abrir pode funcionar naquele determinado endereço, levando em consideração as características do empreendimento, fazendo uma relação entre os CNAEs das atividades e o endereço escolhido. Nessa fase também é verificado se o nome empresarial pretendido está disponível para registro na Junta Comercial do seu Estado.

Todo processo é eletrônico e feito pelo Portal de Serviços da Junta Comercial. Aqui cabe novamente o alerta de que você precisa procurar um profissional contábil para fazer o processo ou te orientar, visto que há detalhes importantes que devem ser verificados com cuidado.

Atualmente, a maioria das Juntas Comerciais e Prefeituras adotam o sistema da RedeSim / Via Única de Registro e Legalização de Empresas, assim todo processo de abertura de empresas se dá através de um sistema único integrado com todos os órgãos envolvidos. Para mais detalhes, consulte a site da junta comercial do seu estado.

Passo 3: Documentação necessária para Abrir seu Escritório de consultoria

Com a viabilidade aprovada e com o nome empresarial pretendido também liberado para uso, o próximo passo é preparar toda documentação necessária para dar entrada no registro na Junta Comercial.

Como regra, a documentação exigida é:

  • Capa do Processo: Com o nome empresarial, atos e eventos para registro devidamente preenchida e assinada pelo administrador, sócio ou procurador ou do titular, representante legal, diretor. No caso de procurador, anexar procuração, com poderes específicos e, se por instrumento particular, com firma reconhecida.
  • Documentos de Identidade: de todos os sócios e sócios administradores, titular, representantes legais, diretores (cópias autenticadas em cartório).
  • Instrumento de inscrição: (Ato constitutivo, Contrato Social ou Requerimento de empresário), em única via, com as firmas de todos os sócios reconhecidas em cartório. Se a sociedade não for enquadrada na condição de micro empresa ou negócio de pequeno porte, o contrato deve conter visto de advogado.
  • DARF / Taxa cobrada pela Junta Comercial:  original, com código de barras, gerado pelo Sicalcweb (siteRFB), quitado, com autenticação mecânica do banco ou com o comprovante de pagamento, original, do valor pago correspondente ao ato.
  • DBE: (Documento básico de entrada do CNPJ) devidamente assinado, conforme instrumento apresentado.

Passo 4: Protocolar na Junta Comercial do Estado

Com toda documentação em mãos o próximo passo será dar entrada na Junta Comercial. Caso a junta comercial encontre algum problema na documentação apresentada, o processo é colocado em exigência e será necessário fazer a correção.

Caso esteja tudo em ordem, a empresa será registrada, as inscrições no CNPJ (da Receita Federal), CFDF ou Inscrição Estadual (da Secretaria de Fazenda) e o NIRE (da junta comercial) e a Inscrição Municipal (da prefeitura) serão gerados.

Importante destacar que com a nova sistemática adotada para abertura de empresas em várias juntas comerciais, a retirada de documentos aprovados se dá pelo próprio site. O documento vem assinado eletronicamente e sua autenticidade pode ser conferida pela internet por qualquer interessado.

Findado essa fase você já terá a empresa aberta, com as devidas inscrições. No entanto, a partir desse momento é que começam surgir as obrigações legais da empresa, principais e acessórias. Por isso agora é indispensável que seu negócio tenho um contador responsável para acompanhar e mantê-la regular.

Passo 5: Licenciamento / Alvará de Funcionamento do Escritório de consultoria

Dependendo das atividades da empresa pode ser necessário obter Licenças / Alvará de Funcionamento ou credenciamentos e inscrição em órgãos de classe para poder funcionar regularmente.

Algumas atividades, em que a empresa não tem estabelecimentos físicos, por exemplo, a obtenção de licenças pode ser concedida de forma automática, direto do portal de licenciamento adotado pela Prefeitura / Administração Regional.

Como envolve questões relacionadas ao próprio negócio do cliente, a pessoa mais indicada para obtê-las é o próprio responsável pela empresa que conhece seu detalhes. Também há empresas especializadas que prestam esse tipo de serviço.

Passo 6: Principais Obrigações Legais de um Escritório de consultoria

  • Emissão de Notas Fiscais: Todas as vendas precisam ser acobertadas por documento fiscal. Essa responsabilidade é sua;
  • Correto Cálculo dos Impostos: Essa é uma obrigação do seu contador e pode não ser uma tarefa tão simples, pois envolve o correto conhecimento da legislação tributária e das atividades do seu negócio.
  • Obrigações Acessórias: Consiste em informações que precisam ser enviadas ao governo e também é uma obrigação do seu contador, dependendo das atividades podem ser várias, mensais e anuais. Exemplo: PGDASDEFIS, LEF, SEFIP, RAIS, CAGED, ECD, DIMOB
  • Registro de Funcionários: Esse é um ponto que merece atenção especial por sua parte. A regra é simples: Tem funcionários? Então registre e os pague corretamente. Hoje os riscos trabalhistas são enormes e fazer o correto evitará muitos problemas.
  • Escrituração Contábil: Além de obrigatória por lei, sabendo usá-la corretamente é uma excelente forma de administrar as finanças da empresa. Também é fundamental para a fazer a apuração e distribuição de lucros isentos de mais impostos. Por isso a importância do correto registro de todas as receitas, despesas e extratos bancários na contabilidade.

Dica 1: Contabilidade Online para Escritório de consultoria

É possível sim você mesmo fazer o processo de abertura de seu Escritório de consultoria, mas é altamente recomendado que você procure a ajuda de um profissional ou empresa especializada em processos de abertura, o mais indicado é procurar um escritório de contabilidade.

Há detalhes que somente que faz aberturas de Escritório de consultoria diariamente estão por dentro, detalhes que podem fazer você não perder seu tempo e dinheiro por falta de conhecimento.

Entre em contato com a PJ Simples Contabilidade Online, peça o contato de especialista para analisar suas necessidades e te dar as orientações necessárias para você criar seu Escritório de consultoria da melhor forma possível.

Dica 2: Por que contratar um escritório de contabilidade?

Um Escritório de consultoria têm várias obrigações contábeis que precisam ser cumpridas no prazo e de maneira correta, evitando problemas como a cobrança de multas e juros pelo governo.

Uma realidade é que os pequenos Escritório de consultoria nem sempre são capazes de manter uma equipe dedicada à contabilidade da empresa. Isso acontece porque o orçamento dessas empresas geralmente é limitado e, na maioria das situações, o tamanho e as metas da empresa inviabilizam a manutenção de uma contabilidade interna.

Nesses casos, para que o trabalho da área receba a atenção necessária sem comprometer o orçamento do Escritório de consultoria, a dica é contratar um escritório de contabilidade, que assumirá as operações da empresa.

Além de reduzir custos internos, a parceria com uma empresa de contabilidade também traz outros benefícios para seu Escritório de consultoria, tais como: Regularização e monitoramento do negócio fiscal, trabalhista e contábil; Otimização do planejamento financeiro e tributário; Suporte adequado para cumprimento das obrigações tributárias; Mais segurança e credibilidade para a empresa no mercado.

Dica 3: Outros artigos sobre abertura de empresas

Conhecimento informações na hora que você decide formar e inaugurar um Escritório de consultoria nunca é demais, por isso, caso você queira saber mais detalhes sobre o processo de abertura de empresas e ler mais algumas dicas importantes, acesses esses outros artigos do blog da PJ Simples:


Você que está prestes em abrir sua nova empresa já conhece o termo “Contabilidade Online”? Caso negativo, te explico resumidamente: Contabilidade online é uma evolução na forma de prestação de serviços contábeis tradicionais que se dá através do uso de novas tecnologias. Tudo que um contador faz, só que online.

É uma modalidade de serviço que apresenta muitas vantagens, principalmente para pequenas empresas (ME e EPP) que precisam de serviços rápidos, intuitivos, integrados e mais econômicos. Já há várias empresas prestando esse tipo de serviço, e algumas se tornaram especialistas em atender certas áreas.

A PJ Simples, por exemplo, é um rede de contadores presentes em várias cidades do Brasil que trabalham de forma online mas ainda valorizam o atendimento humanizado e personalizado. Encontre um parceiro nosso na sua cidade, clique aqui para saber mais.