Diferenças entre uma Sociedade Empresária e uma Sociedade Simples

132

Além do conhecimento nas áreas de marketing, vendas, produto e liderança, existem alguns outros em que ele também é muito importante quando se fala em ter o seu próprio negócio.

Portanto, é necessário que os empreendedores também entendam o lado que envolve a parte mais administrativa e também toda a burocracia do processo de abertura de uma empresa no Brasil.

Mais do que isso, é necessário saber quais as opções que eles têm para poder fazer isso da melhor maneira possível, escolhendo o melhor formato de empresa ou que tipo de sociedade você quer formar nesta jornada empreendedora.

Como acreditamos que esta é uma das decisões essenciais para o sucesso de qualquer negócio, vamos falar neste post sobre os 2 tipos de sociedade que existem e que podem ser formados, de acordo com a legislação brasileira: A sociedade empresária e a sociedade simples.

Quer saber a diferença entre eles? Então siga a leitura com a gente e entenda qual pode ser a melhor opção para o seu negócio!

O que é sociedade simples?

A sociedade simples é uma parceria entre duas ou mais pessoas, como qualquer outra, mas visa fornecer serviços através de seus parceiros e não através da condução de uma atividade comercial.

Para esclarecer seu conceito, defina-se atividade empresarial como o exercício profissional de atividades que movimentam a economia por meio da produção de produtos ou serviços.

Assim, a sociedade simples refere-se a parcerias entre prestadores de serviços profissionais em que eles próprios realizam a atividade para a qual esta empresa foi criada.

Como exemplo, a parceria entre médicos, dentistas, advogados e outros profissionais que se unem para fortalecer seus respectivos empregos e realizar a atividade que esta união propõe.

A princípio, esse tipo de sociedade abrange atividades que envolvam claramente o lado intelectual ou cooperativo. Portanto, o objetivo desta sociedade, que deve ser descrito em um contrato social, dificilmente está ligado à produção de bens materiais.

Se pudéssemos resumir a sociedade simples, diríamos que ela é formada por pessoas que exercem suas respectivas profissões, e a prestação de serviços é pessoal por natureza. Por isso, as cooperativas e associações sempre serão consideradas como uma sociedade simples.

O que é a sociedade empresária?

A sociedade empresária ou a sociedade empresarial é definida no código civil como uma sociedade que exerce uma atividade econômica organizada.

Quando falamos do termo “organizado”, isso significa que o valor final produzido por essa empresa é entregue ao cliente, seja um produto ou um serviço, é produzido pela empresa ou pela organização comercial e não diretamente por seus parceiros, como é feito na sociedade simples.

Nesse sentido, existem vários tipos de sociedade de negócios e também vários formatos que as empresas podem seguir. Vamos listar aqui um resumo dos principais deles para você entender melhor:

1. MEI

O MEI (Microempreendedor Individual) é a opção mais rápida e barata, que ganhou muito espaço no Brasil. No entanto, aplica-se apenas quando o empreendedor está começando sozinho, pois não permite a inclusão de parceiros.

Com a MEI é possível abrir a empresa e obter o CNPJ o mais rápido possível e sua taxa de manutenção mensal é a mais barata que existe.

2. EIRELI

EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) também é uma ótima alternativa para empreendedores que não possuem parceria com outro sócio.

Porém, é necessário estar atento, pois existem alguns requisitos e limitações nesse modelo, assim como a pessoa física só pode ter uma EIRELI, além de ter um Capital Social que deve ser pelo menos 100 vezes o salário mínimo no Brasil.

3. Sociedade Limitada

A opção Sociedade Limitada é a mais comumente usada por empresas com mais de um parceiro. É muito flexível em relação aos requisitos para abrir a empresa e também tem um baixo custo.

Uma das vantagens desse formato é que com ele é possível optar pela tributação pelo Simples Nacional, que é muito mais tranquila e mais favorável ao negócio.

4. Sociedade Anônima

A Sociedade Anônima é uma das opções mais vantajosas que existem, embora seja mais cara e um pouco complexa para iniciantes.

Esse tipo de modelo é indicado para empresas que já possuem uma estrutura consolidada e indicada para quem quer captar investimentos, pois é mais atraente e também mais favorável para esse fim.

Quais são as diferenças entre a sociedade empresária e a sociedade simples?

Bem, você deve ter notado algumas diferenças nesses dois tipos de sociedade, não é mesmo?

Ressaltamos que a principal diferença entre eles é o fato de exercerem sua atividade econômica: na sociedade simples é através dos parceiros e na sociedade empresarial é feita através da empresa como um todo.

Além disso, gostaríamos de destacar três pontos em que eles também têm divergências significativas:

Formato

Quando falamos do formato de uma sociedade, a distinção é que a sociedade simples pode assumir os seguintes tipos sociais:

  • Sociedade simples “pura”;
  • Cooperativa;
  • Sociedade limitada;
  • Sociedade em Comandita simples;
  • Sociedade em nome coletivo.

Na sociedade empresária, é possível seguir as seguintes opções de maneira corporativa:

  • Sociedade em nome coletivo;
  • Sociedade limitada;
  • Sociedade em Comandita simples;
  • Sociedade por ações.

Registro

O registro da empresa também é algo que difere para a e sociedade empresária e sociedade simples.

Na sociedade simples, isso deve ser feito por meio do Cadastro Civil de Pessoas Jurídicas, já na sociedade empresarial é realizada na Junta Comercial, de acordo com o Código Civil Brasileiro.

Falência

A questão da falência também é uma diferença importante entre esses dois tipos, uma vez que é possível que uma sociedade empresária inicie um processo de falência e, nesse caso, o empreendedor tem a opção de desistir de sua recuperação.

A empresa simples não pode sofrer falência, ou seja, nesta situação, os parceiros não serão capazes de desistir de sua recuperação.

Fonte: Saia do Lugar