O que você Precisa Saber para Abrir uma Empresa?

77
O que você Precisa Saber para Abrir uma Empresa?
4.3 (86.67%) 3 votos

Dois terços dos brasileiros (66%) querem abrir sua própria empresa para ter mais liberdade e autonomia. Isso é demonstrado por uma pesquisa realizada pela MindMiners, encomendada pelo PayPal, que fez um raio X de empreendedorismo no Brasil. Portanto, é essencial escolher um bom contador ou escritório de contabilidade para que você possa abrir sua empresa e cumprir todas as obrigações estabelecidas na legislação. Acompanhe abaixo as principais dúvidas de quem quer empreender e se manter em dia com o Fisco.

Quais documentos eu preciso para abrir um negócio?

Documentos básicos dos sócios, como RG, CPF e endereço são obrigatórios. Alguns dados são reportados apenas para órgãos governamentais, tais como inscrição imobiliária de imóvel, contrato de localização, cessão ou posse, regime de casamento dos parceiros (algumas juntas comerciais exigem a certidão de casamento) e são obrigados a provar a origem do capital social quando integralizado por menor representado. É importante para o empresário saber se o local onde pretende abrir a empresa está autorizado a exercer sua atividade lá antes de entrar com o pedido para não perder tempo, nem dinheiro.

Quais os órgãos que o empresário precisa ir para abrir a empresa?

  • Junta comercial ou cartório: Onde será registrado o contrato inicial da empresa (constituição);
  • Receita Federal: Onde será constituído o CNPJ da empresa;
  • Prefeitura Municipal: Onde será constituída a inscrição municipal da empresa;
  • Caixa Econômica Federal: onde será criado o vínculo para o FGTS;
  • Conselho de classe (se houver): Cremesp, Crea, CRM, CRA e etc;
  • Secretaria da Fazenda: Caso a empresa seja elegível para inscrição estadual;
  • Sindicato: Onde a inscrição sindical será constituída.

Os documentos variam de acordo com o tipo de empresa, tamanho e atividades desenvolvidas. As empresas de comércio, por exemplo, precisam se registrar na Junta Comercial, na Receita Federal, na Secretaria da Fazenda, na Prefeitura Municipal e na Caixa Econômica Federal. Algumas atividades e indústrias também exigem Vigilância Sanitária, enquanto entidades que prestam serviços precisam, adicionalmente, além de fazer sua abertura no Cartório de Registro Civil e no respectivo órgão de classe.

Já o Microempreendedor Individual (MEI) poderá formalizar sua abertura no próprio site do MEI.

Um detalhe importante é que toda empresa deve ter um contador responsável,  já que seu nome e registro serão solicitados em várias fases do processo.

O que enviar mensalmente para a contabilidade?

Depois de abrir sua empresa, você deve se preocupar com as autoridades fiscais, por isso é importante enviar ao contador os documentos que afetarão o financeiro e / ou patrimônio de sua empresa, direta ou indiretamente. Os principais documentos que devem estar sempre disponíveis através da contabilidade são:

  • Guias fiscais trabalhistas: inclui INSS, FGTS, sindicatos, entre outros;
  • Informações sobre salários: Todos os recibos de pagamento devem estar disponíveis, como folha de pagamento, folha de pontos (registro de horas trabalhadas), férias, vale-Transporte e alimentação, atestados médicos, entre outros;
  • Todas as notas fiscais: devem ser enviadas notas de entrada e de saída, bem como serviços prestados e tomados, CT-e, entre outros;
  • Notas fiscais de telefonia, energia elétrica, aluguel, entre outros;
  • Arquivos fiscais eletrônicos: Esses documentos incluem a redução Z de impressoras ECF, Sped Fiscal e XML’s de todas as NFe;
  • Pagamentos de impostos: comprovante de pagamento da DAS, Darf, Gare e GNREs;
  • Extratos: incluem extratos bancários, de aplicações, cartões de crédito, empréstimos, entre outros;
  • Recibos e contratos: inclui locação, honorários, despesas diversas e contratos a serem pagos;
  • Diversos comprovantes financeiros, tanto para despesas quanto para receitas;
  • Arquivos financeiros eletrônicos OFX e controle de caixa;
  • Livro de inventário de estoque.

Atenção! Pode haver outros documentos de acordo com as legislações municipais e estaduais do seu negócio. Por isso, é importante conversar com seu contador e alinhar como cada documento deve ser enviado.